Introdução à iridologia integrada

iridologia_integradaO ser humano é uma coisa maravilhosa. Está constantemente crescendo, mudando, adaptando-se, reformando-se. Fazendo isso de maneiras tão simples quanto complexas que nunca cessam de nos fascinar.

Mesmo se nós não tivessemos que entender seus processos, iríamos nos maravilhar com os mecanismos que dão vida e força a ele. Mas somos forçados a examiná-lo porque gostamos de saúde e abominamos doenças, e é o fenômeno da doença que faz com que tenhamos cuidado.

Ao tentar entender nossos próprios corpos, nós, seres humanos, temos tentado muitas coisas. Criamos metáforas poéticas ligando as funções do corpo às formas elementares fora dele: terra, ar, fogo e água. Temos desmontado corpos como se eles fossem baús de tesouros trancados procurando pelo manual de instruções. Nós os fotografamos vivos, com radiação, som, filamentos de luz. Nenhum ainda de nossos maravilhosos dispositivos de medição podem vencer o intrincado do corpo em si.

Iridologia é um método de examinar o corpo humano e suas funções usando a informação que o próprio corpo provê através da íris. É uma figura viva, não só do corpo como nós o vemos, mas também dos processos que fazem o que ele é, o que foi e o que é provável que venha a ser. Ela é tão simples, complexa e precisa quanto o corpo em si.

Nós podemos reconhecer uma pessoa em uma fotografia, mas a impressão momentânea nunca é a mesma do semblante vivo. O que é que a fotografia registra? Não a pessoa, certamente. O que ela capta em um momento do tempo é o reflexo da luz em um dado ângulo. Em uma maneira similar um raio X registra os tecidos duros e moles do corpo que seus raios podem atravessar. Com um instrumento como o (CAT – Tomografia computadorizada) podemos expandir aquela imagem para três dimensões. Com a ajuda de computadores podemos ampliar aquela informação. Nós podemos conseguir uma idéia dos processos imediatos em andamento no corpo pelo uso de dispositivos de motivação que gravam o ritmo do coração, padrões de respiração, impulsos elétricos e ondas do cérebro. Cada um é uma outra peça do quebra-cabeça, mas cada um em si é incompleto.

A Iridologia também tem suas vantagens, mas porque é tão nova seu potencial não tem sido ainda completamente apreciado. Embora ela seja uma técnica basicamente simples que pode ser executada a algum grau a olho nu, ela também se beneficia de avanços tecnológicos tais como biomicroscopia, microfotografia e aumento pelo computador.

Mas suas vantagens são distintas. Ela não requer intrusão dentro do corpo. Ela pode, não somente, nos dizer como o corpo está respondendo ao seu ambiente, mas também descreve para nós os fatores genéticos que o fazem responder da maneira que ele faz. Em adição, ela pode nos dizer como tirar vantagem dos fatores que irão aumentar seu bem-estar, e o que evitar a fim de reduzir ou eliminar os efeitos das doenças.

Como qualquer outro meio de examinar o corpo, contudo, a Iridologia prove-nos somente com um modelo para entendermos o que está se passando dentro do corpo, e um modelo não é uma coisa real. Nós ainda não entendemos como a fisiologia cria os padrões que vemos na Íris; nós só sabemos que existe uma correspondência entre esses padrões e as funções do corpo. Até nós sabermos exatamente como estes pigmentos e fibras estão arranjados da maneira como estão, nós não saberemos exatamente o que estamos olhando quando examinamos a iris. Mas, um século e mais de observação e experiência provou a evidência que a correspondência é real e útil.

A íris como uma ferramenta não precisa de refinamentos; só o seu entendimento; Iridologia em si precisa de refinamentos. Isto naturalmente irá ocorrer com a evolução do nosso entendimento de saúde e doença.

O velho paradigma, um conjunto de modelos de Iridologia, não é mais adequado para explorar muitos dos fenômenos observados na íris. Também, pessoas estão pedindo coisas diferentes de nós agora; não mais olhando para o corpo como um dispositivo mecânico, cujas partes e comportamentos necessitam ser meramente rotulados.

A Iridologia dos dias presentes teve seu acordar no fim do séc XIX como um método de diagnóstico alternativo, mas ainda baseado no conceito de distinção entre corpo, mente e emoção.

Os modelos tidos da Iridologia não mantiveram o passo com as mudanças conceituais desde aquele tempo. Cada modelo enfatiza um funcionamento biológico ou psicológico baseado amplamente na observação pessoal (nenhum modelo psicológico foi publicado anteriormente a introdução do método Rayid vários anos atrás). Cada modelo é válido dentro do seu próprio contexto, mas ne- nhum sozinho pode responder todas as perguntas que nos confrontam hoje. Nós vivemos em um tempo em que a interação entre corpo e mente são quase tomadas como certas.

Iridologia integrada endereça a necessidade pela unificação e entendimento compreensivo desses modelos. Até recentimente não havia integração global do sistema. É responsabilidade de tal sistema, contudo, examinar cuidadosamente as teorias que servem de base a estes modelos. Somente aquelas teorias que confrontam evidências devem estar integradas.

Iridologia integrada é uma abordagem, não um novo modelo. Ela busca entender o fluxo único e individual de energia interna resultando da união de padrões energéticos físico e mental. Desde que o desbalanceamento de energia procede a desordem física, somos subsequentemente guiados para prognosticar e evitar doenças.

Onde energias física e mental interpenetram, temos um reflexo do estado total de energia. Da minha perspectiva, após uma década de observação, os modelos biológicos provaram ser insatisfatórios porque eles refletem apenas uma fração do estado total de energia. Os modelos mental/emocional igualmente só retratam uma figura limitada do fluxo de energia.

Uma integração total de aproximação muda a leitura dos olhos de uma esfera puramente diagnóstica para uma esfera terapêutica. Eu me descobri realmente instigando uma mudança dos padrões energéticos (isto é cura) tanto no sentido de entrada direta para dentro da esfera mental ( e. g, por exemplo conselho, afirmações, etc.) ou para modificações da esfera biológica ( conselho de dieta, ervas, trabalho corporal, etc.). Descobrindo questões emocionais que se relacionavam a manifestações físicas que levaram a catarses e a duração de efeito no desenvolvimento de alguns de meus clientes. Os modelos emocionais proveem as idéias e estrutura funcional que permite uma moderna análise da íris em contraste a sua orientação tradicional da doença e levando a procura de cada indivíduo pelo crescimento e bem estar.

Mesmo os modelos psicoemocionais estão em suas infâncias, parecendo contar com dados estritamente lineares e biográficos; lidando com o paciente em senso puramente histórico. A psicologia moderna está começando a olhar o comportamento humano de uma perspectiva multidimencional. Ensinamentos anteriormente considerados rústicos e esotéricos estão agora incorporados no moderno conselho de psicologia. Alguns que merecem menção são a análise junquiana, de Rolfing, imagens guiadas, renascimento, regressão à vida passada, terapia primal, e integração homolônica. Logo, a medida que ganhamos entendimento mais profundo dos níveis transpessoais do psique, os modelos iridológicos serão planejados para encontrar a necessidade pela valorização dentro dessas esferas.

Curso de iridologia integrada

Gurudev é iridólogo, introdutor da iridologia no Brasil, sendo um dos maiores especialistas contemporâneos sobre o assunto. Procure saber possíveis datas de próximos cursos. Informações: (11)  7623.4490. e-mail: suzete@saudeintegral.com

Gurudev mostra como objetivo do curso:

O objetivo principal do curso de Iridologia Integrada é de apresentar ao aluno um sistema de leitura das características topográficas da íris de tal forma que consiga adquirir uma visão ampla do holograma vivo que a íris mostra ao ser humano.

Será ensinado ao aluno uma abordagem da avaliação da íris que facilitará a interpretação dos sinais mais variados, obtendo uma compreensão integrativa das influências físicas, mentais, emocionais e espirituais simultaneamente.

NÃO PERCA!!

Suzete é Naturopata, Iridóloga e Instrutora dos Exercícios Visuais. Autora do livro: Cuide de Seus Olhos

Contato: suzete@saudeintegral.com

Sites: www.saudeintegral.com, www.iridologiasp.com.br e www.metodobates.com.br