Rio +20 e a Sustentabilidade

Rio+20 e Sustentabilidade
A Rio + 20, é uma Conferencia das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável que busca o encontro de governantes, empresários e demais tomadores de decisões para que estes possam se comprometer em melhorar a qualidade de vida do planeta, conscientizando o mundo que, como estão procedendo, o ser humano, assim como outras espécies podem ser extintas da terra e os netos desta geração passará dificuldades.
É preciso frear a ganância abusiva que, por exemplo, erradica a pobreza, gera poluição (do ar, da terra e da água), desmatamento, criação do gado, a caça, provocando ainda a extinção da biodiversidade, desestabilização do ecosistema, do clima entre outras conseqüências.
O primeiro evento de dimensão mundial para a sustentabilidade se deu em 1972 com a Conferência de Estocolmo – Suécia, quando ecologistas e cientistas se deram conta, por exemplo, que o secamento de rios indicavam que o meio ambiente não era uma fonte inesgotável e entre outros que a poluição atmosférica provocada pelos carros e indústrias poderiam
comprometer o planeta para sempre.
Vinte anos depois aconteceu no Rio de Janeiro – Brasil a Eco 92, a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD) com objetivos mais definidos.
Tais conferências geraram relatórios como Brundtland, a Agenda 21, e o protocolo de Kyoto aonde grande parte dos países concordaram em pensar nas gerações futuras, reduzir gases que intensificam o chamado efeito estufa, etc. Porém nestes 40 anos, foram poucos os resultados obtidos e pouco a mídia falou sobre o assunto.

O MUNDO QUE QUEREMOS

Estando ou não presente ao evento os habitantes do planeta deverão se manifestar, cobrando aos representantes as mudanças e ainda pressionar aos meios de comunicação para ajudar na divulgação, embora, sabemos, a mídia se sustenta com propagandas que incentivam o excesso de consumo, seja pela gula ou pela moda.
Atentos, é possível observar até onde o evento tem cunho de transformação de atitudes ou se há interesses por detrás do evento.
É hora de cada um se responsabilizar pelas mudanças significativas no seu comportamento pessoal para o comprometimento com a melhoria de vida do planeta começando com a consciência do uso dos descartáveis, da água, energia elétrica, o consumismo em geral incentivado pelos meios de comunicação e pela sociedade, gerando lixo que é mal reciclado e mal distribuído.
Nas empresas, os funcionários entendem que os patrões podem assumir despesas e pouco cuidado é observado, inclusive com o uso exagerado do papel, da energia e combustível, etc.

O LIXO

O lixo brasileiro é um dos maiores e mais ricos do mundo, com desperdícios alarmantes, sendo o Brasil porta de entrada para o modismo, principalmente do consumo dos eletrônicos, quando brasileiros facilmente descartam jogam no lixo os velhos para obter o último lançamento. Você faz isso?
Produtores de celulares e demais eletrônicos, conhecendo este mercado, vão criando os produtos sem expor toda a tecnologia já existe, para que possam vender o mesmo aparelho com maiores recursos em pequenos espaços de tempo fazendo dos consumidores vítima desde sistema perverso que além de mexer no bolso, mexe também com o planeta, envenenando a terra com produtos tóxicos, não degradáveis, por exemplo, os existentes na tela do computador, bateria do celular, etc.
A pessoa é ultrapassada quando não consegue comprar o celular de última geração?

ECOLOGIA INTERNA

Falar da ecologia externa sem expor a ecologia interna, é não querer chegar muito longe. Cada habitante do planeta deve pensar na ecologia interna, isto é, ter uma alimentação consciente, baseado em alimentos desprovidos de químicas, sejam os conservantes, agrotóxicos ou até matérias inorgânicas.
O alimento ideal do ser humano é o que saiu diretamente da terra, com nenhuma ou pouca manipulação e não os industrializados que produzem toxinas (lixo interno) que fazem adoecer.
Sendo vegetariano, além de preservar a saúde contribuirá para melhor sustentabilidade do planeta. Veja nosso artigo: Por que não comer carne?
Este é um momento crucial para a humanidade aonde é necessário uma transformação profunda de valores e caráter para que se tenha consciência que o que existe de mais supérfluo é o próprio consumismo, pois cria uma ilusão de felicidade, mas na verdade “o saco da ambição nunca enche” e rapidamente a pessoa volta a sentir o vazio e necessidade de compra, pois a
felicidade estar na transformação interna.

DICAS DE SUSTENTSBILIDADE

Siga as dicas de sustentabilidade e comece a pôr em prática já:
– Reaproveite a água que você lavou roupa, para limpar os banheiros.
– Cuidado ao dar descarga sem necessidade.
– Antes de comprar, pense se é necessário para não comprar por impulso e depois descartar.
– Não deixe a torneira aberta enquanto escova os dentes, nem quando se ensaboa.
– Pense antes de utilizar papel, pois a matérias prima para sua fabricação são as árvores derrubadas.
– Costure sua calça velha, pregue um botão, leve seus sapatos ao sapateiro, faça revisões periódicas do seu carro para conservá-lo.
– Use a carona responsável.
– Exigir melhores transportes e ciclovias pode favorecer a menor quantidade de carro na cidade.
– Invista na energia solar.
– Evite embalagens laminadas e se possível as descartáveis.
– Plante árvores.
– Desincentive o consumismo, diga não a moda, ao consumismo, mas deseje o melhor de si mesmo.
– Procure ser uma pessoa melhor.

Rio + 20 acontecerá até dia 22 de junho de 2012 no Centro de Convenções Riocentro

Avenida Salvador Allende, 6555
Bairro: Barra da Tijuca
Rio de Janeiro, RJ – Brasil
Ainda haverá manifestações diversas de grupos conscientes e espiritualistas
por diversas partes do Rio de Janeiro
Veja o site: www.saudeintegral.com e seja nossos parceiros