Um bom sono, uma vida melhor

dormir_bemOs sonhos ocorrem no período que vai do adormecimento até atingirmos o sono profundo e depois, quando retornamos do sono profundo até acordarmos. Se durante o dia conseguimos cultivar uma atitude de inofensividade, de não-crítica, de não-julgamento, de ausência de expectativas, de não-ambição, veremos que o sono será bom e o sono profundo, realmente restaurador.

Quando imersos no sono profundo, perdemos a noção do tempo e do espaço – o que nos permite receber a energia necessária para a renovação da mente. Nele perdemos a consciência do “eu pessoal”, criamos condições para o rejuvenescimento das células físicas e, assim, acordamos com as forças restauradas.

Tanto a religiosidade (compreendida como a ligação entre os níveis da personalidade e a supraconsciência) quanto a energia que nos impele à filosofia vêm do sono profundo. Não são os estudos nem a experiência da vida que nos levam a elas; o que nos faz, com o tempo, buscar a realidade por meio delas é esse breve contato com o profundo do ser, contato repetido durante toda a existência nesse sono.

Enquanto o corpo físico dorme e a consciência gradativamente se retira dos corpos, advêm sonhos em que ela faz experiências em níveis de existência mais elevados, ou em corpos além do físico, do emocional e do mental. Mas, se essas experiências não ficarem registradas no cérebro, não há motivo para insatisfação. Tendo fé, percebemos que fica registrado o que é útil para a evolução do ser naquele momento. No entanto, com certo treinamento e amor por esse processo, com o tempo pode-se adquirir a capacidade de registrar os sonhos.

Há métodos que nos possibilitam a conscientização da vida de sonhos, e três deles são bastante usados. O primeiro é a auto-análise, em que se procura reviver o passado. Esse não é o recomendado para um trabalho espiritual moderno, uma vez que desentranhar o passado, reconstruir e reviver uma situação antiga, acaba dando-lhe força maior.

Na psicologia espiritual, usa-se o segundo método e o terceiro juntos ou separados, dependendo do caso. O segundo deles consiste em possibilitar ao indivíduo uma vida criativa, organizada, na qual abandona-se o passado, deixa de agir só para si como fazia e começa a dedicar-se a uma atividade altruísta. Essa forma de trabalhar a vida externa reflete-se nos sonhos, permitindo que o mundo subjetivo aflore com qualidade superior; por meio dela os desejos desaparecem pouco a pouco e emerge a vontade maior. Esse método de mudança de vida deve ser usado na proporção que o indivíduo possa suportar, sem tensões excessivas.

O terceiro método consiste em ajudar o indivíduo a lembrar-se de que é uma alma, um ser espiritual. Invocam-se com o pensamento positivo as energias anímicas, tanto na vida de desperto quanto na onírica. O constante pensar na alma, tê-la presente na consciência, desencadeia desenvolvimento promissor.

É útil lembrar que a ansiedade que alguns têm ao acordar após um sonho pode impedí-los de sonhar novamente por uns tempos. Por isso, esse é um dos primeiros entraves a ser vencido. Quando temos uma meta maior, como a de estar consciente da vida de sonho, em geral a ansiedade se rende.

É bom percebermos o bloqueio que a ansiedade ou a expectativa criam; ao notar isso, participamos do processo de auto-descoberta mais decidida e positivamente, ajudando a personalidade a elevar-se. Mas nem sempre é possível libertar-se da ansiedade de repente, embora possa acontecer com os indivíduos que têm fé inabalável e se entregam por inteiro aos níveis superiores. De modo geral, o mais comum é a ansiedade dissolver-se lentamente por meio de um esforço amoroso, continuado e paciente.

Quando, no decorrer da vida, a mente é mantida firme na luz, tudo se transforma e a voz suave do “eu interno” consegue fazer-se escutar tanto nas horas de vigília quanto durante os sonhos.

Texto de Trigueirinho, cedido amorosamente por Angélica.

Trigueirinho é autor de inúmeros livros, inclusive: Nossa Vida nos Sonhos. Ele dirige Figueira em Carmo da Cachoeira – MG

Suzete é Naturopata, Iridóloga e Instrutora dos Exercícios Visuais. Autora do livro: Cuide de Seus Olhos

Contato: suzete@saudeintegral.com

Sites: www.saudeintegral.com, www.iridologiasp.com.br e www.metodobates.com.br